Nordeste

A região aquece a alma e o corpo. É sol, mar, praia, luminosidade, falésias, dunas, energia boa em abundância.

Desejada por estrangeiros e brasileiros, oferece riquezas cultural, histórica e gastronômica inigualáveis. Onde mais se encontra o sabor peculiar da tapioca recheada com coco? Ou do acarajé? E o ritmo típico do forró? O sorriso largo das baianas? Sinta o Nordeste. Você vai se apaixonar.

Alagoas

O estado tem mar e praias de tirar o fôlego e o Rio São Francisco. Comece pelas praias urbanas, siga para o norte pela Costa de Corais, onde estão Paripuera e a queridinha do momento, São Miguel dos Milagres. Rumo ao sul, desfrute das badaladas Praia do Francês, Barra de São Miguel e Gunga. Você vai se encantar com as piscinas naturais, as lagoas, os peixes-boi e até uma cidade com arquitetura do século 18.

Bahia

A Bahia de Jorge Amado, Dorival Caymmi e João Ubaldo Ribeiro tem mesmo axé. Tem muito calor, praia e festa. Tem o Pelourinho, em Salvador, e a Costa do Dendê, onde ficam as ilhas de Itaparica, Morro de São Paulo e Boipeba. Tem Porto Seguro, Arraial d’Ajuda, Trancoso e Caraíva, ao sul. Tem o Arquipélago de Abrolhos, a Praia do Forte, pra ver as baleias, e a Chapada Diamantina, um dos principais destinos de ecoturismo do Brasil. Pra descobrir, com tempo. Ou em várias viagens.

Ceará

No estado, faz calor o ano inteiro. Praias e mar de águas quentinhas, dunas brancas, falésias, lagoas, coqueiros e ventos para a prática de surfe e wind e kitesurfe estão garantidos. Além da capital Fortaleza, os cartões-postais são a hypada Jericoacoara, Canoa Quebrada, Cumbuco, Flecheiras, Camocim, Tatajuba, Maceió e Barra dos Remédios. As pequenas vilas de pescadores são um charme à parte. A terra do Padre tem também artesanato de qualidade, a renda de bilro e uma gastronomia irresistível à base de frutos do mar. Não volte sem experimentar o baião de dois, prato típico local.

Maranhão

As pérolas do Maranhão são o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses e a capital, São Luis, com seus casarões históricos do século 17, tombados pelo Patrimônio Histórico. Barreirinhas, a 260 km de São Luiz, é a porta de entrada para o espetacular Lençóis Maranhenses. Criado em 1981 para proteger 155 mil hectares de dunas desenhadas pelo vento, rios, lagoas e manguezais, a paisagem do parque é cenográfica, única. Aprecie o pôr-do-sol no local, é inesquecível.

Paraíba

Faça um passeio pela arborizada capital João Pessoa e inclua uma visita ao conjunto arquitetônico do centro histórico. A joia do Estado, no entanto, é o litoral. Você se surpreenderá com a diversidade de belezas naturais: baías, piscinas naturais, lagoas, restingas, coqueirais. Sinta a temperatura do mar e contemple o cenário da Praia de Coqueirinho. As praias urbanas de Tambaú e Cabo Branco têm generosas faixas de areia e uma vida noturna agitada.  Se for em junho, arrisque dançar o forró no São João de Campina Grande, a 135 km de João Pessoa.

Pernambuco

Essa terra irradia história, cultura, música, arte e belezas naturais daquelas que arrebatam.

Aprecie um final de tarde pelos centros históricos da capital, Recife, e da vizinha Olinda, uma das cinco cidades mais antigas do Brasil. Sinônimo de preservação e biodiversidade, o arquipélago de Fernando de Noronha, a 345 km da costa, é um dos destinos mais desejados e o melhor para mergulho no país. Lá estão a Baía do Sancho, eleita várias vezes como a melhor praia do mundo, e um belo conjunto de praias de tirar o fôlego. Pra respeitar, contemplar e voltar.

Piauí

O Delta do Parnaíba, o Parque Nacional de Sete Cidades e a Serra da Capivara, um dos principais sítios pré-históricos da América do Sul, traduzem a diversidade de paisagens da região. O Delta é um santuário ecológico com mais de 70 ilhas, considerado uma das paisagens mais bonitas do mundo. Os passeios de barco pelos igarapés do rio revelam mangues, dunas, carnaubeiras e lagoas fluviais e costumam ser inesquecíveis.

Rio Grande do Norte

Na capital, Natal, valem os clássicos: a Via Costeira, o Morro do Careca, a Praia de Ponta Negra e o passeio às Dunas de Genipabu. Reserve tempo ao entorno, serpenteado por dunas, falésias, lagoas, formações rochosas e praias incríveis. Tem a charmosa Praia da Pipa, ao sul, com a convidativa Praia do Madero, onde há golfinhos; a Praia do Amor, cuja vista das falésias é indescritível; e o burburinho noturno no centrinho descolado da vila. Ao norte, desfrute do ar rústico das belíssimas praias de São Miguel do Gostoso. Lá, o programa é fazer nada. Um luxo.

Sergipe

A capital Aracaju oferece praias limpas, a exemplo da Atalaia, boa infraestrutura e ciclovia. Ao sul, a Praia do Saco tem um mar tranquilo, com tonalidade esverdeada. Laranjeiras e São Cristóvão são dois municípios que guardam atrações arquitetônicas do período colonial. Seguindo para o norte, mais belezas naturais: Projeto Tamar (preservação da tartaruga marinha), Lagoa Redonda e Praia de Ponta dos Mangues. O Delta do São Francisco é a cereja do bolo, com dunas de areia branquíssima, coqueiros e piscinas naturais.

WhatsApp chat